• Malu Simões

Metas para 2020: o que você fez no primeiro mês do ano?

Atualizado: Jan 21

O mês de janeiro chega em suas últimas semanas e a pergunta que fica é: de todos os planos que você fez na virada de 2020, qual deles já tirou do papel? A gente passa o ano todo esperando a chegada de novos 365 dias para começar algo que sonha ou deseja. É um comportamento quase que automático para adiar a conclusão de algo ou para não sair da zona de conforto. Mas a verdade é que procrastinar nessas situações pode ser mais desanimador do que não ver algo concreto realizado.

São muitos os sentimentos que nos estimulam nesse período todo. Expectativas, frustrações e impulsos de como tirar da teoria aquilo que deveria ser prática e de fato chegar no mês de dezembro, olhar para trás e pensar “eu consegui”. Você já teve esse sentimento?

Claro que, falar sobre tudo isso, é uma tarefa muito mais simples do que fazer. Mas para que a gente não crie o hábito de complicar as coisas e com a intenção de dar um empurrãozinho para seu ano fluir (de acordo com toda a sua desejada programação), eu busquei algumas dicas pra você.


Carla Brandão, jornalista especialista em desenvolvimento humano, autora do livro #DoeCoragem – Manual Divertido de Viver o Agora e minha amiga pessoal me contou como se preparar positivamente para os próximos meses que virão e sem deixar nada esquecido para o ano seguinte.



“As pessoas têm mania de deixar a responsabilidade na mão de outras. De um chefe, de um namorado, de uma mãe. Sendo que a responsabilidade para que as coisas funcionem como planejado, está em nossas mãos. Então, primeiro é conseguir ter a auto responsabilidade consciente. Quando sabemos que nós é que temos que fazer o plano de vida, nós desenhamos o que queremos e começamos a evoluir.

Segunda coisa para tirar planos do papel, consiste em botar na nossa mente o que nós queremos sem ficar naquela posição “deixa a vida me levar”. Isso pode até te levar para um lugar legal, mas vai ser um mérito do acaso. A gente tem que fazer por onde, querendo muito, desejando muito e direcionar o que queremos. Pode ser colocado no papel, com visualização criativa, ou seja, imaginando como quer estar, o que quer estar fazendo e não desapegar disso até que se torne realidade”.


Carla Brandão também ressalta que a busca pelos sonhos tem que ser munida de muita garra e persistência. “Além do foco com as diretrizes traçadas é a não resistência. Não adianta a ansiedade do futuro e nem ficar frustrado com coisas do passado que poderiam ter acontecido. Isso tudo gera coisas negativas. Para que o futuro venha de uma forma tranquila, é preciso fazer algo no hoje, no agora. E é de pouquinho em pouquinho que as coisas se concretizam”.


Portanto, depois de absorver essas orientações, o que posso compartilhar como dica é: coloque suas metas em um papel. Em cada, descreva em detalhes a explicação do que é e como desenvolver cada objetivo. Seja claro, seja transparente, não economiza nas palavras. Trace prazos. Em quanto tempo cada meta consegue ser realizada, sendo cada uma possível de acontecer? Não tire esse documento da sua vista. Estude-o todos os dias, faça um pouco todos os dicas. Faça por onde, faça acontecer. Boa sorte.

IMG_6128_edited.jpg

Conheça a autora

A espontaneidade sempre foi seu guia e a ideia de mostrar grandes comunicadores em papeis mais soltos foi seu maior diferencial durante a trajetória como repórter de tv. Ao lado de grandes apresentadores, Malu Simões teve a oportunidade de mostrar sua irreverência e construir conteúdos diferentes para as mídias digitais.

 

 

Leia mais

 

© 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com

Escreva pra mim :)
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now